Saturday, June 07, 2008

Zella, ou o perfume da Amadora



Ai Amadora, Amadora... os teus bairros cosmopolitas como a Reboleira, a Damaia ou a cova da moura...os teus pólos de comércio como o centro comercial babilónia. A tua fabulosa arquitectura como os teus prédios de 10 andares recheados de fuligem dos carros...toda a gente acaba por parar na Amadora. Nem que seja porque o ic19 é absolutamente intransitável a qualquer hora do dia. E às vezes da noite.

Nisto aparecem os Zella. Não são propriamente novos (o vocalista Tobel andou pelos slamo - esses que ficaram conhecidos à pala da cover do "message in a bottle dos bófia, e chegou a andar com os sindrome, que depois se tornaram head control system para sincero desgosto meu) e isso nota-se bem nas suas composições que tocam num rock de uma quanta distorção que também vai beber uma ou outra influência pop de quando em vez...mas rock meio pesado com alguma distorção - sei lá estou a imaginar um trent reznor bem menos industrial e mais apostado em andar a arranhar guitarras, misturado com alguma melodia vinda dos ornatos - e os zella também cantam em português verdade seja dita.

Os temas têm uma atmosfera bem quente, a voz do tobel envolve um gajo, e depois tudo soa completamente catchy. "Banalidades e carne" então era um sucesso abusadíssimo mal fosse lançado - eu pelo menos iria apregoá-lo aos quatro ventos. O curioso é que os zella não serão um expoente absolutamente original, mas o que fazem é tão bem feito e contagiante que, de alguma forma, acaba por soar refrescante.

Só existe uma coisa de que tenho medo: os zella podem soar como uma banda demasiado pesada para aqueles que ouvem uma pop-rock a la antena 3 - e isto vai começar a passar lá quando já toda a gente os conhecer...enfim o costume na rádio mais hipócrita do país que, mesmo assim, é a menos má das nacionais - e talvez demasiado leve para quem ouve sons mais pesados. Estar num limbo nunca é a melhor coisa que se pode ter numa banda, no entanto eu pessoalmente acredito que uma banda como esta vai conseguir juntar os dois mundos, em vez de se perder num irrecuperável misto sem fundo. e aí sim conseguir ter muita gente a ouvi-la. E , para além do tema que já referi, todos os temas que eles têm no seu myspace são muito mas mesmo muito acima da média. Seja o tom mais frenético de "A cadência dos corpos" ou a muralha de guitarras bem incrementada em "Atrito"...enfim aqui há grandes canções, numa banda que urge a ser descoberta.

Fico contente em possivelmente ser dos primeiros a fazê-la.

Temas aqui:

http://www.myspace.com/zellaband

2 Comments:

Anonymous Eurípedes said...

Deves ser daqueles que pensam que, só porque ouvem "música pesada" (imagino que já tenham os ouvidos descaídos, de tanto peso...), tudo o resto não presta.
Já agora, não se diz "eu pessoalmente acho", mas sim "eu acho" ou "pessoalmente acho". Percebeste???

P.S.: Em que língua é que este gajo canta? Deve ser na mesma em que tu escreves, não? Infelizmente, os Linda Martini parecem não estar sós...

12:19 AM  
Blogger João D. said...

ponto um: não sabes ler. Eu não escrevi "pessoalmente acho", mas sim "pessoalmente acredito", e não me parece que exista uma norma ortográfica que não mo permita fazê-lo. ponto dois: ou és burro ou preguiçoso. Ou achas que bandas como porcupine tree, death cab for cutie, pixies, jesu, madcab ou bringing the day home, entre outras, são bandas pesadas? Bem se calhar achas mesmo, já que não vejo grande inteligência nas postas de pescada que mandaste.

e daí se talvez ouvisse o mesmo que tu ouves, assim tiradinho a papel químico, agora era herói quem sabe? Tipo A cena, O hype, tudo e mais alguma coisa. como não sou, vamos lá a chatear a cabeça do tipo só porque sim.

Por mim tudo bem pá. eu até tenho andado a postar menos no blog, com mais animação isto fica. Ah, e os zella cantam em português se não estás familiarizado com a língua, há por aí uns dicionários todos giros, e uns livros escolares que te podem ajudar. tens é que ingressar numa coisa que, neste cantinho à beira-mar se chama "escola". Se calhar precisas disso. È que querer mandar bitaites de linguagem e depois não saber em que língua cantam os zella, faz-me lembrar os treinadores de bancada da liga dos últimos...

(PS: se não perceberes este texto, tenta arranjar alguém que to traduza - ou então espera uns aninhos, pode ser que na tal escola te ensinem a decifrar esta verborreia toda caraças)

4:44 AM  

Post a Comment

<< Home