Monday, April 23, 2007

Cult of luna + Men eater , Ginásio Clube de Corroios, 22/04/07

Os cult of luna fizeram aquele que foi possivelmente o melhor concerto a que já assisti. Estou a falar do da casa da música pois. Não que o concerto no ginásio clube de corrois tenha sido mau(e sim, no bilhete vinha cine-teatro, mas ninguém em corroios o conhece como tal), no entanto a qualidade do som e a entrega do público foram um tudo nada diferentes. e em relação ao som isto é o mínimo que se pode dizer, até porque a casa da música é basicamente perfeita a esse nível.

No entanto lamenta-se que uma banda como os suecos, com um tipo de som recheado de intensidade, e de momentos soturnos extremamente fortes e personalizados, tenha sido sacrificada ao actuar numa sala como a do ginásio clube. Um santiago alquimista por exemplo teria sido um local muito mais adequado para um evento como este, em que aquilo que se ouve é preponderante.

E os men eater sentiram isso na pele. Depois de hora e meia a apanhar a bela da seca brutal porque, vá se lá saber porquê, ainda não existiam condições para a actuação começar, a banda portuguesa não conseguiu ter as melhores condições sonoras para fazer uma actuação perfeita. No entanto, e isto a meu ver, o quarteto lisboeta conseguiu sempre transpôr com razoável acutilância os excelentes temas que possui, como a excelente "lisboa" ou "revolver", embora a voz tenha estado um pouco aquém das expectativas. no entanto aquilo que pareceu foi que os temas soavam melhor em disco...e , como a postura da banda foi irrepreensível, e nota-se uma perfeita coesão entre os (novinhos) músicos, a coisa acabou por ser levada a bom porto. Agora é vê-los num palco melhor e com outras condições...



men eater


Já os cult of luna conseguiram amenizar este problema de uma forma simples: para além de enorme coesão em palco(tendo em conta que eles são uns sete a coisa é complicada), o tipo de abordagem que eles fazem aos concertos, deixando os temas deles fluir, sem entrarem em enormes conversas com o público, acaba por funcionar sempre na perfeição, mesmo em condições meio adversas. Convenhamos: tendo em conta a sonoridade que a banda pratica e o tipo de sensações que provoca no ouvinte(um sentimento arrebatador que nos faz quase levitar, diria eu de um modo meio poético e aparvalhado igualmente), conversa não é aquilo que mais se quer ter. Chegam os óptimos efeitos de luz, perfeitamente sincronizados e momentos magnânimes como foram "finland", ou o tema que encerrou o concerto- e assim à cara podre diria que foi a "further", com alguma margem de erro pois.



cult of luna

A banda mostrou-se sempre compenetradíssima naquilo que vinha fazer ao nosso país: proporcionar bons momentos à reduzida moldura humana que os foi ver. Sim, diria que não estiveram mais de 150 pessoas no concerto, e que na boa o local dava para umas quatrocentas. E por um lado isso é algo mais que benéfico porque nos permite guardar-nos as memórias de uma forma mais marcante, porque são algo mais nosso, que foi mais directamente partilhado com a banda. Estar ali a vê-los a emanar a beleza das suas canções, ora mais agressivas, ora mais melancólicas, foi algo absolutamente delicioso: sensação semelhante àquela experimentada na casa da música. Pena a adulteração dos temas "wating for you" e "echoes",ambos de "salvation", em algo menos tocante do que o ouvido em disco(e na casa da música), de qualquer forma não foi isso que estragou o momento belo e sentido a que acabámos por assistir.



cult of luna

em suma foi um grande concerto. Pena o som, a própria sala, e talvez alguma frieza do público, algo um pouco estranho porque foi a primeira vez que os cult of luna vieram tocar mais cá para baixo. No entanto a atitude da banda manteve-se sempre inalterável, e isso só lhes dá mais lucros e alarga claramente a base de fãs. Notas adjacentes? A beleza física da rapariga da spear productions que estava à porta à saída do concerto, para promover o concerto dos gigantones pelican dia 31 de maio. As t-shirts engraçadotas que acabei por comprar na minha veia consumista. e belas memórias de uma noite de sublime qualidade musical.



fotos-cortesia de cláudia andrade: www.fotologue.jp/moontears

1 Comments:

Blogger Vicarious said...

Em Coimbra eles terminaram com a não menos brilhante "Dark Site, Dead Man" :)

1:15 PM  

Post a Comment

<< Home