Saturday, June 25, 2005

PORQUE O VERÃO TEM BABES SOL PALMEIRAS...E TAL

Ora o solstício já lá foi, e o sol (por teoria) anda por aí a bailar no céu, pronto para nos aquecer, iluminar mas também fazer suar. O que não é obrigatoriamente mau, tendo em conta os belos proveitos que o sexo masculino tem em ver um corpo feminino suado cheio de vibrações para dar e...Adiante. Falar de senhoras/donzelas/moças, ou mais correntemente gajas, é matéria para outro blog. Neste discute-se música. E é dentro dessa perspectiva que vou aqui apresentar discos de verão. È isso mesmo: Discos de Verão.
Porque, para mim, existem discos próprios de verão. Também se podem ouvir no inverno claro, mas é no Verão que eles se mostram, que nós mais os queremos ouvir. Porquê? Porque queremos algo leve,fresco que nos deixe envolver numa toada positiva e até alegre.
Tendo em conta estes perssupostos aqui vem o catálogo (tão pequeno como o fio dental de qualquer senhora mais atrevida)...



LESS THAN JAKE- BORDERS AND BOUNDARIES


Não é o melhor disco de Less than jake, nem de perto nem de longe. Mas é talvez aquele onde a banda de Gainesville, Florida mostra certos aspectos sobre a sua própria terra, começando pela capa e acabando no tema "gainesville rock city". disco extremamente contagiante e despretensioso, com o ska-punk contagiante de sempre. Foi escolhido em prol de pérolas como "hello rockview" porquê? Talvez porque o verão quer sol praia e babes/gajos (riscar o que não interessa para mim seria a segunda parte a riscada) e prefira ter tudo isso através de um disco que flui mais facilmente, devido a não ter tantos temas memoráveis. Exercício para desanuviar? Talvez, mas um belo desanuviamento. E são canções como "Magnetic north","Kenhoe","Is this thing on" ou "The hour of the last day at work" que lhe dão uma uniformidade bem latente. Mesmo bom quando estivermos no meio da areia a ver uma qualquer senhora mais bem apresentável a passar rente a nossos olhos.




SOMETHING CORPORATE- LEAVING THROUGH THE WINDOW

Emo com piano. Será a melhor forma de caracterizar os something corporate? Talvez, mas adianta referir a veracidade das emoções aqui presentes. Sentimentos de perda, de solidão, até de saudade, mas acima de tudo de um amor perdido para sempre. Talvez seja demasiado próximo de uma determinada temática do emo, ainda assim temas como "the astronaut", "i want to save you", "cavanaugh park" ou "straw dog" não nos permitem dizer que se trata de um disco formatado para um determinado género. È honesto, tem reais emoções, mas também é fresco como uma boa fatia de meloa. Uma bela sobremesa, leve, fresca e bem honesta e verdadeira para figurar numa qualquer mediateca de verão.



MILLENCOLIN- PENNYBRIDGE PIONEERS

Que dizer do disco mais contagiante de Millencolin? não sendo o melhor é o que tem mais hinos, mais temas de estádio, mais força. Mais emoção poder-se-à ainda dizer. Os punk rockeiros suecos com fama de estrelas pop na Austrália conseguiram aqui, uma ponte, se bem que tenuamente definida, entre o som antes deste disco e o som que vieram a realizar depois. Foi o disco da ponte, o da mudança. Mas isso talvez não seja o mais importante, tendo em conta o contágio absoluto de temas como "no cigar", "material boy", "penguins and polarbears" ou a doçura, embora com uma letra altamente medíocre, "The ballad". Mais um disco para ouvir no verão,mas para guardar sempre quando se quiser uma salada em vez de feijoada à transmontana



EASYWAY- FOREVER IN A DAY

Serão talvez o melhor representante português do pop punk. Os mais despretensiosos e honestos, os mais coesos, aqueles que também gostam de baterias mais ásperas. Este é talvez o disco que melhor representa o Verão em todo o seu esplendor. Canções, qual delas a mais orelhuda, temas sobre amores desavindos(aviso já que as letras são o mais fraco do disco) boa toada rápida e melódica ao mesmo tempo. Os easyway com o seu registo de estreia, que data do ano passado, conseguiram que o Verão fosse ainda mais agradável, com temas tão frescos e fortes estruturalmente, como "Forver in a day", "the colour red", "chocking pleasure", "fake a smile (my mistake)", o dueto com joey cape de lagwagon em "Model rockstar" ou a versão apunkalhada de "Jardins proibidos" de Paulo gonzo. Para colocar bem alto na marginal Cascais-Lisboa(sim é verdade eu prefiro este percurso ao inverso nem percebo bem porquê) e deleitarmo-nos com o alto profissionalismo de uma banda que sabe perfeitamente como cativar os ouvintes.

OUTROS DISCOS SOLARENGOS

THE STARVAN-SHOT THE PRIZE
MAD CADDIES-JUST ONE MORE
LESS THAN JAKE-HELLO ROCKVIEW
DANKO JONES-WE SWEAT BLOOD
BLACK CROWES-LIVE

OUTRAS BANDAS ONDE O SOL BRILHA E É BONITO(PARTE DESTE CANTO À BEIRA-MAR PLANTADO)
HUMBLE
SKAPULA
TRIPLET
BANSHEE AND SOMETHING ELSE WE CAN'T REMEMBER
CONTRATEMPOS
BLISTER

BANDAS ONDE O SOL TAMBÉM BRILHA MAS QUE JÁ ANDAM POR SÍTIOS DO SOL POSTO
SUBLIME
RANCID
MIDTOWN
TRANSPLANTS
THE OFFSPRING

E pronto. Boas férias. Ou, se elas infelizmente não existirem, boas babes, bom sol,boa praia. O fim de semana para isso também serve.

1 Comments:

Anonymous Billy said...

É a primeira vez que estou a visitar este blog.

Gostei, distrai bastante e tem algumas notícias que me cativaram a atenção.

Quem aprecia as sonoridades punk em geral, pode espreitar o meu blog, é possível que encontre uma ou outra notícia com interesse.

www.billy-news.blogspot.com

Continuem com as notícias no blog!

Até à próxima!

11:17 AM  

Post a Comment

<< Home